Menu Fechar

Fraude com referência da entidade 11024 ou 21759 emitidas pela LUSOPAY

A LUSOPAY é uma entidade autorizada e supervisionada pelo Banco de Portugal, não cometendo qualquer fraude junto dos seus clientes, nem compactuando com quem as pratique.

No exercício da nossa atividade, disponibilizamos a terceiros referências multibanco da entidade 11024 e da 21759 para que possam receber pagamentos dos seus clientes.

Caso tenha sido vítima de uma fraude envolvendo uma referência  da entidade 11024 ou  da entidade 21759, que são emitidas pela LUSOPAY, deverá proceder da seguinte forma:

  1. Garantir que foi mesmo vítima de uma fraude e não apenas de um mau serviço por parte da empresa ou empresário (loja online, anúncio em sites de classificados, etc.) que lhe entregou a referência para pagamento. Por vezes, as lojas online têm picos de encomendas e atrasam-se na entrega dos bens comprados.
  2. Se quiser, poderá contactar a LUSOPAY indicando-nos a referência que pagou, seu valor e dia de pagamento e que suspeita que foi vítima de fraude. Analisaremos se é um cliente recente ou antigo, se há histórico de reclamações em relação a esse cliente e, caso haja, se foram resolvidas. Esta informação poderá ajudar-lhe a identificar se está perante uma fraude ou apenas um atraso na entrega do bem/serviço adquirido.
  3. Caso pretenda, poderemos entrar em contacto com o nosso cliente e explicar a sua situação, apelando para uma rápida resolução da questão.
  4. Se considerar que foi vítima de fraude, deve apresentar queixa-crime junto do Ministério Público ou das autoridades judiciais. Não é obrigatório recorrer a um advogado para apresentação da queixa-crime. Deve referir na queixa-crime o valor, a entidade e referência paga, bem como a data em que a mesma foi liquidada. Junte um comprovativo do pagamento e da ordem de encomenda na loja online ou do anúncio no site de classificados.
  5. Uma vez apresentada a queixa-crime, o Ministério Público entrará em contacto com a LUSOPAY, solicitando a identificação do nosso cliente que terá procedido à alegada fraude, o que faremos no próprio dia.

Por respeito à nossa legislação, nomeadamente as normas do sigilo bancário e da proteção de dados pessoais, não podemos facultar dados pessoais dos nossos clientes às pessoas que nos contactam. Todavia, esses dados serão facultados ao Ministério Público no âmbito da investigação criminal.

Sempre que, fruto do contacto de pagadores de referências de pagamento, desconfiarmos que o nosso cliente está a dar uso indevido às referências que lhe facultamos, nomeadamente para praticar fraudes ou atividades ilegais, cancelaremos a sua conta junto da LUSOPAY.

Para entrar em contacto com a LUSOPAY, pode utilizar a funcionalidade de chat que disponibilizamos no nosso site ou telefonar para o nosso telefone de apoio ao cliente que encontra nos nossos contactos (em princípio, consta do rodapé do nosso site).

fraude-com-referncia-da-entidade-11024-ou-21759-emitidas-pela-lusopay-lusopay

Ao continuar a usar o site, concorda na utilização de cookies. mais informação

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Fechar